Fuvest 2020: Redação aborda “papel da ciência no mundo contemporâneo” – 05/01/2020 – UOL

Fuvest 2020: Redação aborda “papel da ciência no mundo contemporâneo” – 05/01/2020 – UOL

A prova de redação da Fuvest 2020 tratou do tema “O papel da ciência no mundo contemporâneo”. A informação foi revelada por candidatos do vestibular, já que o caderno do exame só será divulgado oficialmente às 19h30 (de Brasília) de hoje.

A professora Fabiula Neubern, coordenadora de redação do sistema Poliedro, enviou ao UOL seu parecer sobre o tema da redação. “Neste ano, a temática atual que a Fuvest usou para propor esta escrita da redação é a ascensão de um certo revisionismo científico, que tenta solapar a institucionalidade científica por meio de ataques nos mais diversos âmbitos”, explicou.

“Então nós estamos falando de movimentos que questionam se a Terra é redonda – eu sei que parece absurdo falar isso com seriedade, mas existem esses movimentos, eles estão aí nas redes sociais tentando se fortalecer. Então a Fuvest partiu de um ponto atual, solicitando a importância da ciência na contemporaneidade. Ao longo dos anos, a Fuvest segue este modelo. Isso é muito importante ressaltar: para quem faz esta prova, é sempre muito importante estar ligado nas questões contemporâneas”, disse Fabiula.

A especialista lembrou que, em 2019, a Fuvest pediu aos candidatos a elaboração de um texto sobre “a importância do passado para a compreensão do presente”. Por isso, Fabiula aconselha que os estudantes estejam conectados a discussões deste tipo: “Por que a ciência seria importante no mundo contemporâneo? Nós estamos diante de uma crise climática, estamos diante de um esgotamento dos recursos naturais, e é a ciência a nossa chave e a nossa ferramenta para combater esses problemas que nós próprios, como humanidade, acabamos criando.”

“Desenvolvimento tecnológico é uma marca da sociedade contemporânea, então também poderia ser base para reflexão do aluno em torno da importância da ciência, assim como também desigualdade social, que a ciência é capaz de corrigir, e os exemplos são inúmeros e estão na imprensa o tempo todo. Assim como a divisão internacional desigual e conflituosa que a gente está vivendo hoje. A corrida científica também é importante para marcar essa divisão, tanto para corrigir, quanto para aumentá-la”, concluiu.

A professora Fabiula Neubern citou três nomes da comunidade científica que podem ter ajudado a embasar o texto dos candidatos mais antenados: Carlos Nobre, Yuval Harari e Marcelo Gleiser. Ela ainda destacou que Gleiser poderia ser usado como “ponte” com Carl Sagan, cientista citado nos textos de apoio da redação da Fuvest.

Ao todo, 34.924 candidatos foram convocados para a segunda fase, 1,3% a menos do que em 2019. Eles disputam as 8.317 vagas que a USP disponibilizou à Fuvest em três modalidades: Ampla Concorrência, Escola Pública e Escola Pública PPI (autodeclarados pretos, pardos e indígenas).

De acordo com um estudo realizado pelo Sistema de Ensino Poliedro, que fez um levantamento que traz os assuntos cobrados nos últimos cinco anos, a redação da Fuvest tem caráter dissertativo-argumentativo, no qual é exigido do candidato uma análise de um fenômeno sociológico, social e comportamento.

Diferentemente da prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a prova de redação da Fuvest não apresenta um problema. No ano passado, por exemplo, o tema da reação foi “De que maneira o passado contribui para a compreensão do presente?”

Candidatos reagem ao tema na internet

Segunda fase

De acordo com a Fuvest, as questões da segunda fase do vestibular este ano destacam o “caráter discursivo”, que permite ao candidato construir sua própria resposta depois de identificar o problema proposto.

A Fuvest concede quatro horas para escrever a redação e responder a 10 questões dissertativas de português, em que são cobrados compreensão e interpretação de textos, gramática e literatura.

Como a pontuação é calculada?

O primeiro dia de prova vale 100 pontos: 50 para a prova de redação e 50 pontos para a de português.

A segunda prova também vale 100 pontos, formada por 12 questões. Nesse dia, o candidato pode ser avaliado em duas a quatro disciplinas, dependendo da carreira escolhida.

Se forem duas disciplinas, haverá seis questões para cada uma delas. Se forem três disciplinas, haverá quatro questões para cada uma. Se forem quatro disciplinas, haverá três questões para cada uma.

A nota final do candidato será a média aritmética simples das três provas (primeira fase + as duas provas da segunda fase).

Que horas começa a prova amanhã?

  • 12h30: abertura dos portões.
  • 13h: fechamento dos portões e início das provas.
  • 17h: término das provas.

Programe-se para chegar ao local de prova uma hora antes do fechamento dos portões, que acontece às 13h (horário de Brasília). Atrasos não serão tolerados. Após o fechamento dos portões, ninguém mais entra.

Fique atento: o exame segue o horário oficial de Brasília. Portanto, quem mora em regiões que têm fuso diferente deve chegar ao local de prova no horário correspondente. Confirme qual será o horário local no seu estado.

Como descobrir o local do exame?

O local específico em que cada candidato realizará a prova pode ser obtido na Área do Candidato. Para acessá-la, basta informar o CPF ou o e-mail e a senha cadastrada no momento da inscrição.

Depois de saber o local de prova, você precisa calcular todo o trajeto de deslocamento para não chegar atrasado.

O que levar

  • Documento de identidade original
  • Caneta esferográfica azul ou preta

Materiais permitidos

  • Lápis
  • Borracha
  • Régua
  • Compasso
  • Apontador
  • Água
  • Alimentos leves

Materiais proibidos

  • Relógio de qualquer tipo
  • Equipamentos eletrônicos como calculadora, celular, computador, tablet, reprodutor de áudio, máquina fotográfica, filmadora, equipamento eletrônico do tipo vestível (como smartwatch, óculos eletrônicos, ponto eletrônico) etc.
  • Material impresso ou de anotações
  • Corretivo
  • Caneta que não seja esferográfica
  • Gorro, boné, chapéu ou similares
  • Protetor auricular, fone de ouvido ou similares

Fuvest usará reconhecimento facial nas provas

Band Notí­cias

Fonte Oficial: UOL.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Notícias do Enem.

Comentários

Você talvez goste também de

Fuvest começa hoje 2ª fase com redação e português; UOL corrige prova – 05/01/2020 – UOL

A prova de redação e português da segunda