Foto ilegal, queda na abstenção e ‘força’ de famosos; saiba como foi o 2º dia do Enem em 6 tópicos | Enem 2019 – G1

Foto ilegal, queda na abstenção e ‘força’ de famosos; saiba como foi o 2º dia do Enem em 6 tópicos | Enem 2019 – G1

O segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi marcado por situações como o vazamento de imagens da prova, a menor abstenção da história e o apoio de celebridades nas redes. Pelo Brasil, o exame ocorreu sem incidentes graves e mais de 3 milhões de participantes terminaram a maratona de provas com bom humor.

Abaixo, em tópicos, o G1 resumiu abaixo os principais marcos da prova de matemática e ciências da natureza.

Primeiro dia do Enem em 6 tópicos

  1. Fotos da prova
  2. Mais cálculos
  3. Menor abstenção
  4. #AprendiNoEnem
  5. Luan Santana e Maísa
  6. Regra de três

O Ministério da Educação (MEC) confirmou no fim da tarde de domingo (10) que houve divulgação de fotos da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, antes do horário permitido para que candidatos possam sair com a prova. Segundo O MEC, isso não configura vazamento e não houve “danos” ao exame.

“Não vazou, não teve vazamento” – Abraham Weintraub, ministro da Educação

No segundo dia do Enem, pelo menos 371 candidatos foram eliminados, segundo afirmou Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). “Certas situações vão ocorrendo e vão chegar para nós depois. Esse número deve crescer porque ainda não temos todas as informações”, afirmou ele.

Para professores de cursinhos ouvidos pelo G1, o segundo dia da prova teve questões que exigiram muitos cálculos dos candidatos. As contas foram necessárias não apenas nas questões de matemática, mas também em perguntas de física e química, que fazem parte do bloco de ciências da natureza.

Na edição deste ano, os alunos receberam, pela primeira vez, quatro páginas em branco para usar de rascunho.

Desigualdade de gênero entre cientistas de matemática é tema de encontro nacional neste fim de semana no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação

Desigualdade de gênero entre cientistas de matemática é tema de encontro nacional neste fim de semana no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação

Segundo o MEC, esse domingo confirmou a edição de 2019 como a de menor abstenção de todos os tempos. Dos 5.095.388 inscritos confirmados, 3.709.809 estiveram presentes, ou seja 72,81%. Os ausentes foram 1.385.579, o que representa uma abstenção de 27,19%.

Abraham Weintraub, ministro da Educação, e Alexandre Lopes, presidente do Inep, comentam o segundo dia do Enem 2019 — Foto: Gabriel Jabur/Divulgação/MEC

Abraham Weintraub, ministro da Educação, e Alexandre Lopes, presidente do Inep, comentam o segundo dia do Enem 2019 — Foto: Gabriel Jabur/Divulgação/MEC

Com pouco mais de cinco milhões de inscritos, o Enem 2019 teve também o menor número de inscrições desde 2010. No primeiro dia da aplicação do exame, o ministério já havia comemorado a menor abstenção da história do exame. Naquele dia, 23,1% dos candidatos inscritos não estiveram presentes na prova.

As redes sociais bombaram após o final das provas e deu para ver que muitos candidatos inscritos no exame não costumam passar muito tempo na cozinha. Isso porque descobriram apenas neste domingo que é possível usar batatas para “salvar” o feijão que ficou salgado demais.

Preço da batata apresenta queda de 32% no atacado — Foto:  Lucas Diego/ Seaf-MT

Preço da batata apresenta queda de 32% no atacado — Foto: Lucas Diego/ Seaf-MT

Uma das questões da prova de ciências da natureza perguntou justamente sobre as propriedades da batata e que tipo de reação química permitia que isso acontecesse.

Outra questão que bombou nas redes foi da prova de matemática e, pelo visto, tinha mais a ver com o cotidiano dos candidatos. Ela cobrou cálculos de probabilidade usando como exemplo um aplicativo de namoro semelhante ao Tinder (veja o VÍDEO com a resposta).

Em biologia, a habilidade do povo moken, grupo étnico do sul da Tailândia, de enxergar com clareza embaixo d’água, também chamou a atenção dos candidatos.

Luan Santana se apresenta em Porto Belo no final de semana — Foto: Reprodução

Antes do início do segundo dia de provas, o cantor Luan Santana e a apresentadora Maísa se somaram aos internautas desejando “Bom Enem”, que foi um dos assuntos mais comentados da manhã, para os fãs que enfrentariam uma maratona de 45 questões de matemática e 45 de ciências da natureza.

Candidatos resolveram entrar na brincadeira da internet para relaxar antes da prova e defenderam que a regra de três era a melhor amiga de quem presta o Enem. A resolução de problemas matemáticas a partir da relação entre as grandezas é uma ferramenta que costuma não falhar durante a prova, contanto que seja feita no momento certo.

Por que cai tanta regra de três no Enem? G1 explica

Fonte Oficial: G1.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Notícias do Enem.

Comentários

Você talvez goste também de

Enem registra a menor abstenção da história do exame – 10/11/2019 – UOL

A abstenção no segundo dia do Exame Nacional