Cartilha da Redação do Enem 2019 é divulgada pelo Inep – UOL

Cartilha da Redação do Enem 2019 é divulgada pelo Inep – UOL

Crédito da Foto: Inep/divulgação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou orientações e regras da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 nesta quinta-feira, 10 de outubro. Com o nome de “Redação Enem 2019: Cartilha do Participante”, o documento explica como é a prova, dá dicas para os estudantes e traz exemplos de textos com nota máxima na edição passada. 

Confira a Cartilha do Participante do Enem 2019

O anúncio da Cartilha do Participante foi feito durante a coletiva de imprensa sobre o Enem 2019, na manhã de hoje, com a presença do ministro da Educação, Abraham Weintraub, o qual estava acompanhado do presidente do Inep, Alexandre Lopes. 

Como é a redação do Enem?

A redação do Enem é uma produção textual do tipo dissertativo-argumentativo, exigindo que o estudante desenvolva seu texto a partir de um tema proposto pelo Inep, baseando-se no material de apoio oferecido na prova (dados, mapas, notícias, trechos de livros, infográficos). 

Veja também: MEC diz que cairá ideologia no Enem 2019

Do ponto de vista estrutural, a redação deve ter o mínimo de sete linhas e o máximo de 30, não pode ter identificação do participante na folha definitiva do texto e não tem título obrigatório. Além disso, o Inep só aceita redações que sejam escritas com caneta preta.

A redação do Enem segue uma ordem de desenvolvimento: tema -> tese -> argumento -> proposta de intervenção. A prosposta de intervenção é a solução que o participante deve apresentar para o problema destacado na prova e que é a temática da dissertação. 

Em relação aos temas, o Inep adota temáticas voltadas para ordem social, científica, cultural ou política. A redação é o única prova dissertativa do Enem e é o espaço em que o estudante mostra seu conhecimento adquirido em sala de aula, domínio da Língua Portuguesa e capacidade de análise e argumentação. 

Veja todos os temas da redação do Enem

Como é corrigida a redação do Enem?

A redação do Enem tem como nota máxima possível 1000 pontos. Os corretores avaliam o texto a partir de cinco competências (aspectos) definidas pelo Inep, sendo que cada uma vai de 0 a 200 pontos. 

Fonte: Inep

Mesmo com a divisão por competências, algumas situações zeram ou anulam a redação do Enem de forma automática:

– Fuga total ao tema;

– Desobediência à estrutura dissertativo-argumentativa;

– Redação em branco;

– Redação com menos de sete linhas;

– Cópia total dos textos de apoio da redação ou do caderno de questões;

– Insultos, xingamentos, desenhos, receitas ou qualquer outra forma proposital de anulação;

– Assinatura, nome, apelido, rubrica fora do local designado para a identificação do participante;

– Texto que seja predominantemente escritos em Língua Estrangeira

A correção da redação é feita por dois corretores selecionados e certificados pelo Inep. Em caso de divergência, um terceiro corretor avalia o texto do participante. Persistindo a divergência, a redação é avaliada por uma banca presidida por um doutor. As redações nota 1000 também passam por essa banca.

Crédito: Poliedro

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Redações nota mil

Conhecer as redações com nota mil auxilia os participantes a saberem como são os textos que conseguem as maiores notas e de que maneira é feita a correção. Por isso, a Cartilha do Participante traz as redações de alguns participantes que alcançaram a tão sonhada nota 1000, além de trazer comentários que justificam o motivo da pontuação. 

Em março, o Brasil Escola trouxe exemplos de redações nota mil do Enem 2018. Dos mais de 4 milhões que estiveram presentes no exame, somente 55 alcançaram a pontuação máxima na produção textual, sendo a maioria composta por mulheres. 

As provas estão prontas

Os mais de 54 mil malotes com as provas do Enem 2019 já estão sendo distribuídos pelas cidades que recebem o exame. O Inep distribuirá 10,2 milhões de provas em todo o Brasil. 

O Enem 2019 será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro em 1.727 cidades, contando com a participação de 385 mil pessoas nos dois domingos de provas. A logística do exame mobiliza mais de 100 parceiro, incluindo polícias federal, civil, rodoviária federal e militar; exército; corpo de bombeiros e secretarias de segurança pública.

Como serão as provas

O primeiro dia do Enem 2019 será composto por 45 questões objetivas de Linguagens e Códigos, 45 de Ciências Humanas e uma Redação. Já o segundo contará com 45 perguntas de Ciências da Natureza e 45 de Matemática. 

Os gabaritos oficiais serão divulgados em 16 de outubro, conforme anunciou o Inep na última quinta-feira (3). Não serão aceitos recursos e as respostas serão apenas para conferência. 

O resultado do Enem 2019 é aguardado para o mês de janeiro de 2020, ainda sem data e horário definido pelo Ministério da Educação (MEC). 

Aulão do Brasil Escola

Aproveite a reta final de preparação para revisar o conteúdo. O Brasil Escola transmitirá nesta quinta-feira, 10 de outubro, o segundo dia do Aulão Pré-Enem 2019! A transmissão começará às 19h, em nosso canal no YouTube, totalmente gratuito! 

Também no YouTube do Brasil Escola é possível acompanhar como foram as aulas de Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Redação do primeiro dia do Aulão Pré-Enem. 

Fonte Oficial: UOL.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Notícias do Enem.

Comentários

Você talvez goste também de

o que você pode aprender com o Nobel da Paz? – UOL

Todos os anos, o Prêmio Nobel reconhece pessoas