começa a distribuição de provas – UOL

começa a distribuição de provas – UOL

Crédito: Divulgação/Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta sexta-feira, 4 de outubro, que a distribuição das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 para os etados começou a ser realizada ontem (3), a um mês do exame.

As provas estavam no 4º Batalhão de Infantaria Leve do Exército, em Osasco (SP) e 408 mil impressões já saíram com a escolta da Polícia Militar para serem entregues na Bahia e no Pará. Ao todo, o Inep vai distribuir 10,2 milhões de provas em todo o Brasil, para atender os mais de 5 milhões de inscritos.

Veja também: Tudo o que você precisa saber a um mês das provas do Enem

Todas as provas do Enem 2019 já foram impressas e, de acordo com o presidente do Inep, Alexandre Lopes, o planejamento está sendo seguido para que haja tranquilidade na aplicação do exame.

“O Enem envolve o país inteiro, é um projeto nacional. São milhares de participantes que contam com a gente, que esperam uma boa prova, um bom ambiente para aplicarmos essas provas com segurança”, conta Alexandre Lopes.

O processo do Enem envolve várias entidades para tentar combater qualquer tipo de fraude no exame. Em 2016, o Ministério da Educação (MEC) e o Inep reforçaram a parceria com a Polícia Federal para que o Serviço de Inteligência pudesse trabalhar em prol da segurança do exame. Além deles, outros órgãos também fazem parte do processo operacional, entre eles, neste ano, estão a gráfica Valid S/A, Fundação Cesgranrio, Correios e a Secretaria de Operações Integradas.

Armazenamento das Provas

Os malotes de provas chegam aos Estados em conteiners desmontáveis que são distribuídos para as cidades de aplicação do exame. Até o dia da aplicação das provas elas ficam guardadas sob a vigilância do Exército e só são encaminhadas para os locais de aplicação na manhã do exame e os malotes só podem ser abertos às 13h (horário oficial de Brasília), após o fechamento dos portões. 

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Mais: Conheça todo o processo de elaboração da prova do Enem

Quem vai trabalhar no Enem 2019

Esta edição do Enem vai contar com 385 mil pessoas trabalhando nos dois dias de provas. Cada sala de aplicação terá um chefe e um fiscal de provas, além dos fiscais de corredor, coordenadores e assistentes de coordenação de prova. Serão 147 mil salas de aulas em 10.133 locais do Brasil para a aplicação das provas o exame. Os selecionados passam por um treinamento para poder trabalhar no Enem.

Mais: Trabalho no Enem 2019

Para trabalhar no Enem, o Inep, em parceria com a Rede Nacional de Certificadores (RNC), seleciona servidores públicos federais e professores das redes estadual ou municipal de ensino. Além deles, pessoas que integram os bancos das Fundações Cesgranrio e Getúlio Vargas (FGV), consórcio aplicador do exame, também podem trabalhar nos dias de prova. 

Enem 2019

O exame será aplicado em dois domingos, 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios brasileiros. A partir do dia 16 de outubro os participantes poderão ter acesso ao Cartão de Confirmação de Inscrição para conferir os locais onde realizará as provas.

Mesmo que não seja obrigatório, o Inep sugere que o participante imprima o Cartão de Confirmação da Inscrição e a Declaração de Comparecimento (caso precise de comprovante) e leve os dois para facilitar a localização da sala.

Fonte Oficial: UOL.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Notícias do Enem.

Comentários

Você talvez goste também de

UFRJ libera cartão com local do THE do Vestibular 2020 – UOL

Crédito da Foto: UFRJ-Divulgação A Universidade Federal do