1ª chamada da lista de espera da PUC-Campinas é publicada – UOL

1ª chamada da lista de espera da PUC-Campinas é publicada – UOL

Crédito: Assessoria de Comunicação PUC-Campinas

A Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) publicou nesta quinta-feira, 11 de julho, a 1ª chamada da lista de espera do Vestibular de Inverno 2019.

Veja os convocados pela PUC-Campinas

As matrículas dos convocados devem ser realizadas no dia 15 de julho. Primeiro o convocado precisa confirmar os dados cadastrais, emitir o boleto e anexar de forma online a documentação exigida pela universidade. Após o pagamento do boleto, o estudante deve levar a documentação para a etapa presencial de matrículas.

De acordo com o cronograma, há a previsão de novas chamadas nos dias 17, 22 e 26 de julho. 

O Vestibular

A PUC-Campinas ofereceu 830 vagas para o Vestibular de Inverno 2019, distribuídas em 15 opções de cursos. 

O processo seletivo foi realizado por provas e via Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para quem optou pelo Enem, foram utilizadas as notas da edição de 2018, mas só foram consideradas aquelas com resultado superior ao das provas do vestibular.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

As provas foram aplicadas no dia 16 de junho para todos os cursos e no dia seguinte houve provas específicas para os candidatos do curso de Direito. As provas gerais contaram com questões de Biologia, Química, Matemática e Raciocínio Lógico, Física, História, Geografia, Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Língua Inglesa e uma redação. Enquanto Direito contou com questões de Português, História e Literatura.

Para mais informações acesse o Site da PUC-Campinas ou consulte o Manual do Candidato.

Fonte Oficial: UOL.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Notícias do Enem.

Comentários

Você talvez goste também de

Resultado do Vestibular 2019 de Administração da FGV está disponível – UOL

Crédito: Divulgação/FGV A Escola de Administração de Empresas