G1 >> Candidatos intensificam maratona de estudos em AL meses antes do Enem

G1 >> Candidatos intensificam maratona de estudos em AL meses antes do Enem

Estudantes já começam a se preparar para o exame (Foto: Jonathan Lins/G1)Estudantes já começam a se preparar para o exame (Foto: Jonathan Lins/G1)

Um estudante leva cerca de 12 anos para passar por todas as etapas do ensino fundamental e médio. Quando essa fase termina, começa uma ainda mais difícil e que também pode durar anos: a disputa por uma vaga no ensino superior.

Por isso, a sete meses da data prevista para a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, estudantes de Alagoas já intensificam a maratona de estudos com aulas de disciplinas isoladas em cursinhos.

Eduarda Andrade tem apenas 16 anos e já tentou o Enem uma vez (Foto: Jonathan Lins/G1)Eduarda Andrade tem apenas 16 anos e já tentou
o Enem uma vez (Foto: Jonathan Lins/G1)

Esse é o caso da estudante alagoana Eduarda Andrade, 16. Ela ainda está no segundo ano do ensino médio, já fez as provas do Enem uma vez e vai fazer novamente este ano.

Eduarda quer cursar História. Ela conta que optou por prestar o exame mesmo sem poder ingressar em uma universidade para praticar e, futuramente, conseguir uma boa pontuação.

“A nota que eu tive foi relativamente boa para a primeira vez. E fazendo preparatório bem antes do Enem, dá para melhorar várias coisas, redação e parte de humanas principalmente, discutindo todos os assuntos do dia a dia”, conta a estudante.

O exame este ano será realizado em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro. Mesmo faltando um pouco mais que sete meses para as provas, a busca por esse tipo de preparação já começa a crescer.

Camila Teixeira, 23, já é formada em Engenharia de Agrimensura pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e, este ano, vai tentar medicina. “Eu era muito novinha, passei no meu primeiro vestibular com 16 anos e acabei indo por influência, mas não era o que eu realmente queria”.

Camila vai tentar sua segunda graduação (Foto: Jonathan Lins/G1)Camila vai tentar aprovação pela segunda vez na Universidade Federal de Alagoas (Foto: Jonathan Lins/G1)

Ela explica que, por ter terminado o colégio há seis anos, acabou esquecendo muito do que é cobrado no exame. “Fazia tempo que não desenvolvia uma redação do tipo que é cobrado. Então, para mim, é importantíssimo começar a estudar desde já, até porque é muito concorrido”, falou.

Eu sei que é isso que eu quero, então não posso desistir agora”

Débora Miranda. Vai tentar o Enem pela 6ª vez.

Até quem já é veterana nas provas do Enem também optou por começar a se preparar para as provas com antecedência. Débora Miranda, 23, vai tentar pela sexta vez o Enem para medicina.

“São cinco anos tentando, é o que eu sempre quis, sempre tive essa afeição pela área. Esse curso, ao longo dos anos, está cada vez mais difícil por causa da concorrência e isso sempre me deixa assustada”, conta.

Débora conta que sempre fica nervosa no exame. “É como se aquilo ali fosse tudo, fosse a minha vida. A única coisa que me faz ficar mais calma, é que eu sei que é isso que eu quero, então eu não posso desistir agora”.

O professor Bruno Rodrigues explica que hoje existe uma preocupação muito grande com a redação. “Há mais ou menos duas ou três edições [do Enem] o número de notas mil baixou. Então, hoje a gente pode dizer que a prova de redação é muito mais rigorosa e exige muito mais do aluno”, explicou.

Rodrigues conta que quanto mais cedo o aluno busca um preparatório, melhor é a garantia de um bom resultado (Foto: Jonathan Lins/G1)Professor Bruno Rodrigues dá dicas de redação na
web com o @trintalinhas (Foto: Jonathan Lins/G1)

Além das aulas presenciais de gramática e redação, o professor mantém um perfil aberto no instagram (@trintalinhas) para dar dicas, fazer correções ao vivo e tirar dúvidas dos candidatos.

Para Rodrigues, a preparação com antecedência é importante para que o aluno tenha um bom desempenho no Enem.

“Eu acho esse tipo de preparação extremamente necessária, porque o aluno já começa a se enturmar com a forma como se estuda. Inclusive, alunos que fazem o Enem antes de concluírem o ensino médio acabam se preparando para bater de frente com quem está terminando e não se preparou, muitas vezes alcançando uma nota maior”, falou o professor.

No ano passado, 8,6 milhões de pessoas se inscreveram no Enem. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), as inscrições este ano acontecem de 8 a 19 de maio, com provas nos dias 5 e 12 de novembro. O resultado será divulgado no dia 19 de janeiro de 2018.

Exame Nacional do Ensino Médio será realizado em novembro (Foto: Jonathan Lins/G1)Exame Nacional do Ensino Médio será realizado em novembro (Foto: Jonathan Lins/G1)

 

Fonte Oficial: http://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/2017/04/candidatos-intensificam-maratona-de-estudos-em-al-meses-antes-do-enem.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Notícias do Enem.

Comentários

Você talvez goste também de

Inscrições abertas para o Vestibular 2019/2 do IFRS – UOL

O Instituto Federal do Rio Grande do Sul